• Bem-vindo!

    Comecei a blogar em dezembro de 2008 e no início de 2010 lancei a versão atual, resultado de congressos, aulas, workshops e inúmeros projetos realizados nos últimos anos sobre o que o mercado chama de "analytics".

    Aproveite!

  • Hits

    • 57,540 hits
  • categoria

  • posts mês a mês

Digital Life: Today & Tomorrow

Como sua empresa está se preparando para 2015?

Anúncios

Feliz 2011

– Esse é o seu sobrenome moço?

– Sim é esse mesmo.

– Não é o sobrenome do…

– É sim…eu sou o neto dele.

A senhora congelou e a conversa foi interrompida por lágrimas.

– A senhora o conhecia?

– Claro que sim. Que dizer, mais ou menos. Prá falar a verdade vi seu avô diversas vezes mas nunca conversamos. Eu me emocionei assim pois ele faz parte da minha vida. Penso nele diversas vezes na semana. Você certamente conhecia as apresentações do seu avô. Muitos anos atrás quando eu ainda era uma mocinha, um dos passeios prediletos era ir ao circo. Não era como esses circos de hoje todos perfeitos, cheios de efeitos especiais. Vocês jovens tiram tantas fotos, colocam nesses…como se chamam mesmo? Isso Facebook, Twitter. E depois de 3 dias não se lembram de mais nada.  Naquele tempo ir ao circo era um acontecimento. Colocávamos as melhores roupas e contávamos os dias para chegar a data. Um dos pontos altos do espetáculo era quando ele circulava no picadeiro com um cavalo branco e escolhia a garota mais bonita da platéia para entregar uma flor vermelha. Naquele dia especial a escolhida fui eu. Seu avô parou na minha frente com o cavalo. Os holofotes me iluminaram e ele entregou a flor. Logo ali ao lado um rapaz jovem me acenou e me paquerou. Ficamos casados por mais de 50 maravilhosos anos. Ele se foi. Sempre quis agradecer ao seu avô por ter indiretamente ajudado na nossa felicidade. Agora que conheci você pude contar esta história para algúem da família dele e agradecer do fundo do meu coração. Os espetáculos daquela época eram mágicos. O segredo era muito simples: muita preparação com muito coração. Aliás esse é um dos segredos do sucesso!

————————————————————————————————————

– O avô desta história é o ator, humorista e palhaço Arrelia 

– Este texto foi baseado em fatos reais ouvidos numa sala de embarque de um aeroporto

– Desejo a todos os leitores deste blog um ótimo 2011, que todos os seus sonhos se realizem com muita preparação e muito coração

Sampa – 20 anos (off)

Hoje completo 20 anos de São Paulo.

Desembarquei alí na Luis Coelho, no bairro de Cerqueira César meio inocente, puro e besta como diz o bolerão do Raul. O trajeto até aqui foi longo e recompensador. Descobri que a cidade é acolhedora e magnífíca ao seu modo. Que o ser humano é bom. Colegas de trabalho, professores, alunos, empregadores, fornecedores, clientes e amigos  ajudaram a construir e a descontruir o que sou hoje – o que só cabia nos melhores sonhos.

Curso: “Etiqueta Empresarial: como se comportar no mundo dos negócios” (off)

Segue a chamada do curso de Etiqueta Empresarial enviado pela ótima Sandra Marcia Liger.

Leitores deste blog ganham 50% de desconto e pagam em duas vezes.

———————————————————————————————————–

Hoje, as pessoas são admitidas nas Empresas pelo conhecimento técnico, mas são demitidas ou deixam de ser promovidas por problemas comportamentais. Aprenda  a estabelecer e manter contatos profissionais com sucesso. 

Invista em sua postura,  melhorando sua imagem e a imagem da Empresa.

 Dia:   27/02/10 –  sábado 

Horário: 8h30 às 17h30 

Local: IMAM – Rua Lofgreen, 1400 – Vila Mariana  – SP  (perto do Metro Santa Cruz) .  

Inclui: Apostila, certificado, almoço e coffees. 

Informações e inscrição: ligliger@8415.com.br  ou  fone: 11-3773-7921 

Investimento: R$ 580,00.

“Se não andar prá trás não vai andar prá frente”! (off)

Não vou postar um tema relativo ao blog (off). Não pude evitar!

hoje após almoçar sentei-me ao lado de um senhor e por educação puxei conversa oferecendo um chocolate. Depois de outras conversas contou-me uma história sobre ele mesmo que dizia assim:

“…o meu filho mais novo já está grande, mas quando ele nasceu, eu e a minha esposa já sabíamos que nossa vida havia mudado. Teríamos que cuidar dele a vida toda. Depois de um parto normal de mais de 10 horas no qual uma das inúmeras complicações era que o bebê estava em pé na barriga da mãe e virado de costas para a saída, nasceu um bebê com hidrocefalia. Todo o seu desenvolvimento futuro foi comprometido. Aquelas pequenas alegrias do dia a dia de uma criança não ocorreram. Demorou um ano para os olhinhos acompanharem o movimento das mãos, 18 meses para reagir a um estímulo sonoro, e assim foi. Optamos, ao contrário da maioria das pessoas com situações semelhantes, de não esconder nosso filho da sociedade. Eu, sabia que precisava estar com ele e a com a minha esposa. Eu sei que a maioria dos maridos não aceitam e acabam saindo de casa. Mas eu aguentei firme e ao lado da minha esposa fomos nos apegando ao que era possível. Fomos nos acostumando. Nosso filho não aprendeu a andar. Tampouco engatinhava. Para sair com ele eu o levava no colo. Quando cresceu mais não tive jeito. Colocava ele com os pés apoiados ao meus e andava com ele segurando pelas mãos. Quando ele já era um menino grande, lembro-me como se fosse hoje decidi passar na padaria de um conhecido. Como de costume abri a porta do carro, dei a volta e peguei meu filho. Coloquei os pés dele sobre o meus e ao passar pela entrada um mendigo, todo maltrapilho com um chapéu preto furado disse-me: – Se não andar prá trás não vai andar prá frente! Não dei bola, entrei na padaria e pedi um pingado. Perguntei ao meu amigo quem era aquele sujeito. Disse-me ser um mendigo que as vezes parava por ali. Na saída, pedi para ele que repetisse o que havia dito e ele repetiu: – Se não andar prá trás não vai andar prá frente!
Fique com isso na cabeça. Cheguei em casa e contei o que tinha ocorrido para minha esposa e o outro filho mais velho. Ficaram intrigados. Isso foi numa sexta-feira. No sábado fizemos um teste com ele. Nós três seguramos ele e fizemos os movimentos de andar prá trás. Ele esperneou, gritou e se debateu. Fizemos isso mais 6 vezes no sábado e no domingo. Nada aconteceu. Frustração geral. Na segunda-feira fui trabalhar. Revi os amigos, passei num boteco antes de voltar para casa para aliviar a tensão. Quando cheguei em casa minha esposa não queria abrir a porta. Perguntei se era por causa da bebida. Ela pediu prá esperar. Comecei a gritar. Abriu a porta. Meu filho cambaleando para os lados, batendo nos móveis, derrubando as coisas, veio correndo me abraçar. Ele estava andando. Ninguém nunca conseguiu me explicar a razão prá ele conseguir andar. Hoje ele tem uma vida social normal. Procurei por meses aquele mendigo e nunca encontrei.”

(baseado em relato real)

Fizeram um UPDATE na CNH (off)


– Ah! Escute senhor! Não será possível renovar a sua carteira de habilitação (CNH).
– Mas por que?
– É que a sua carteira de habilitação está bloqueada no sistema.
– Como assim bloqueada? Tem como saber a razão?
– Só um minuto. Está aqui! Descobri. O senhor está com 40 pontos na carteira.
– 40 pontos? Você ficou maluco? Posso ver a tela?
– Aqui está. Olha só. São diversas multas deste veículo.
– Mas eu não sei que veículo é esse!
– Esse veículo não é seu?
– Claro que não.
– Conhece o proprietário? Este senhor Edson Freitas?
– Nunca ouvi falar.
– Já foi pego dirigindo embriagado?
– Não.
– Mas aqui no sistema diz que sim.

– Já dirigiu dentro do túnel na contra-mão?
– Nunca.
– Aqui diz que sim!
– Olha meu amigo. Não conheço esse cara, nunca vi esse carro na minha frente, nunca fui pego embriagado e nunca atravessei um túnel na contra-mão. O que é que eu tenho que fazer?
– Vá até o Detran e apresente a sua carteira de habilitação que eles dirão o que tem que fazer. Provavelmente um curso, pagar umas taxas prá depois renovar a carteira. Ah…se o senhor quiser recorrer é provável que eles apreendam a sua carteira até que o processo seja julgado. Deve demorar uns 3 meses.
– Não acredito! Fala sério?
– Sim. Sinto muito.
– Escuta uma coisa meu amigo, isso ocorre com muita frequência?
– Ah sim…quase todo dia aparece alguém com esse problema.
– E na sua opinião….o que aconteceu?
– Fizeram um UPDATE na sua CNH!



UPDATE é um dos comandos mais usados em linguagens de programação de bancos de dados e database marketing.