• Bem-vindo!

    Comecei a blogar em dezembro de 2008 e no início de 2010 lancei a versão atual, resultado de congressos, aulas, workshops e inúmeros projetos realizados nos últimos anos sobre o que o mercado chama de "analytics".

    Aproveite!

  • Hits

    • 57,540 hits
  • categoria

  • posts mês a mês

Big Data e afins


cartum_9_atlas_big_data

Só se fala nisso na cidade…

Big Data é um conceito de tecnologia da informação ligado a grandes bancos de dados que por serem complexos e gigantes não conseguem ser processados pelas ferramentas tradicionais de processamentos de dados, nem pelos softwares clássicos de BI e análise estatísticas.

De tempos em tempos ressurge a ideia que a sociedade e os mercados produzem dados a uma velocidade superior a capacidade das empresas e,só terá sucesso quem conseguir organizar, coletar, analisar e compartilhar as informações. Nos últimos anos já testemunhei  pelo menos 4 ondas dentro desse conceito. Então aviso: As empresas não irão quebrar em massa. Poucas empresas de fato conseguirão vantagem competitiva. As que conseguirem certamente estarão mais rico daqui a uns 10 anos que as demais. Muita gente ganhará muito dinheiro com isso e as apresentações corporativas e de fornecedores estarão repletas do termo Big Data nos slides. E daqui a alguns anos o assunto será esquecido e trocado de novos termos.

Vamos aos fatos

A sociedade produz mais dados do que a sociedade e as organizações podem assimiliar

Segundo artigo da The Economist (http://www.economist.com/node/15557443) de 2010, a informação criada cresce em ritmo exponencial ao passo que a capacidade de armazenamento cresce em ritmo linear. E como tentar acompanhar o velocista Usain Bolt com 3 Kg de chumbo em cada perna.

De outro lado, gestores das empresas estão aflitos com o cenário a ponto de revelarem em pesquisa realizada recentemente pela IBM com 1.700 CMOs (executivos de marketing) do mundo todo (http://www.youtube.com/watch?v=LPZru8g12G4) que o impacto da explosão de dados e apontada pelos CMOs, como sendo a de maior despreparo.

BIG DATA

Bom, desconsiderando os aspectos técnicos que envolvem as novas tecnologias, deixo para vocês uma lista de insights e aprendizados que considero importantes você ler caso esteja envolvido em algum projeto de Big Data.

  1. Invista em profissionais de alto nível. Projetos bem-sucedidos em administração de bancos de dados massivos quase sempre o são por conta de profissionais de banco de dados especializados – os DBAs. Esses profissionais são raros, caros e imprescindíveis se deseja criar um projeto bem-sucedido. Não se restrinja a conhecimento em SQL Server ou banco de dados em geral. Falo daqueles caras antigos que já quebraram todas as pedras…bons de projeto….bons de infra-estrutura. E prepare seu budget…
  2. Somente softwares não resolvem. Pense no trinômio: tecnologia, processos e pessoas. Invista nos 3 pilares. Cada um tem uma importância diferente ao longo do projeto. Um pilar subavaliado afeta todo o projeto;
  3. Não permaneça muito tempo nas etapas de organização e construção das estruturas de dados. Produza rapidamente insights úteis para a organização – os famosos “quick-wins”;
  4. Encontre um sponsor. Uma área, profissional ou acionista que garanta demandas e visibilidade para o projeto e para os insights produzidos;
  5. Trabalhe forte com métricas e KPIs. É o melhor e mais interessante caminho para tangibilizar e dar visibilidade aos projetos de informação. Métricas e KPIs estão na moda, são úteis e chegam até as telas dos executivos seniores;
  6. O assunto é antigo mas com roupa nova. Se o ambiente interno for reativo monte seminários e treinamentos internos. Se o médio escalão não quiser participar, convide os analistas. Aos poucos você conseguirá popularizar os conceitos.
  7. Não perca de vista a ideia que o resultado final é fazer com que os gestores tomem decisões melhores e com rapidez. Se conseguir entregar facilitadores para os gestores terá garantido a perenidade do projeto. A visão que gosto de usar é: entregue algo que o gestor possa ver no IPAD e tomar uma decisão no saguão do aeroporto enquanto espera um check-in.

(caso você tenha alguma sugestão para compartilhar, envie para ser adicionada a lista)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: